Video/audio

 

 




Information: transhumanismo@sapo.pt

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Computadores Internet Robôs Humanoides Cyborgs Galáxias
Quarta-feira, 1 de Julho de 2015
IMORTALIDADE

 

 

 

 

 

 

Morte: o "responsável", como de tudo o resto, todos sabemos quem é: Deus ("Joie de Croire, Joie de Vivre", de François Varillon). Razão apontada pelo Ex-Secretário da Conferência Episcopal Francesa: Deus criou, para amar, um ser que tinha de ser duma natureza diferente da Sua, logo finito.

Tal finitude exprime-se (1) no tempo finito de vida terrena, e, antes de mais, (2) na Doença: será possível curar totalmente as Doenças?

 

Cura de Doenças

Artigo de Jean-Louis de Montesquiou, sobre o livro de Ray Kurzweil "Serons nous Bientôt Immortels?":

"A opinião de Ray Kurzweil sobre este problema é fácil de resumir. A Biologia, uma vez conseguidos os recentes avanços na descodificação do genoma, tornou-se numa "tecnologia da informação" nova e, como as suas irmãs, agora está-se a mover à velocidade máxima, de forma quase exponencial de facto.

Está na mão o controle ou a cura de uma série de doenças genéticas e mesmo alguns aspectos do envelhecimento

Dentro de alguns anos, a biotecnologia não só vai compreender a componente genética de várias doenças, mas será possível fazer para os nossos genes "engenharia reversa", ou seja, a sua reprogramação.

Se não podemos falar ainda de expansão importante da vida, pode, contudo, mencionar-se já a sua expansão - um ganho de qualidade sobre a quantidade. Que já não é para ser desprezado."

 

Conserto do Corpo

Baseando-me num artigo da “Science et Vie”, “La Science aux Portes de l’Impossible” [1] , vou analisar a possibilidade de se repararem órgãos que falhem: Contrariamente à perspetiva de o Corpo ser algo que se vai degradando irreversivelmente, é apresentada agora uma nova perspetiva que é a de o Corpo poder ser consertado….

O ponto mais importante focado no artigo referido é o retardamento do envelhecimento deixar de vir dos tratamentos atualmente disponíveis nas Farmácias e Clínicas, mas passar antes a vir do conserto de órgãos que falhem, como se da manutenção dum carro se tratasse...

Tal manutenção deveria poder vir a fazer-se através da regeneração de tecidos e órgãos com células produzidas a partir de células indiferenciadas, células que não têm nenhuma função específica e que poderão obter-se por vários processos, p. ex. o usado por James Thomson da U. Wisconsin-Madison [1].

Em Novembro de 2007, Yamanaka criou, a partir de uma célula da pele, uma célula indiferenciada: Reprogramou os respetivos genes de modo a fazer a célula voltar atrás ao estado de célula indiferenciada, e depois desenvolver-se em células diferenciadas de vários tipos. Estão previstos para breve ensaios clínicos de células indiferenciadas embrionárias em pessoas com insuficiência cardíaca ou com paralisia da espinal medula…

[1] Melhor Revista do Ano em França; Nº 1103, Agosto de 2009

 

Longevidade Indefinida [1]

Num debate da Rede LinkedIn um dos temas que vieram à baila foi o do Prolongamento da Vida.

James Clement, Board Member da Alcor Life Extension Foundation:

  • O Prolongamento da Vida não acontecerá no vazio. O progresso tecnológico poderá resolver todos os problemas que ele põe. Há igualmente uns estudos feitos por Leonid Gravrilov, um Demógrafo, que mostra que, mesmo com um extremo prolongamento da vida, a população mundial só atingiria um máximo de 9 biliões, começando depois a decrescer (Nota de Rui Barbosa: Não pomos a questão nesse pé; pressupomos que venha a haver maneiras de a resolver, nomeadamente através da emigração para outros planetas...).
  • O Cancro, a Doença cardiovascular, a Alzheimer, etc., etc... são, antes de mais, doenças de velhos, não de jovens; estes não apanham Cancro, Doença cardíaca, ou Alzheimer, porque os seus sistemas imunitários, as células indiferenciadas, e outros mecanismos de reparação, estão em plena força. Essas doenças serão provavelmente curadas só como resultado da derrota do Envelhecimento.

António Coutinho, Grande Biólogo, disse que dentro de algumas décadas não se morrerrá mais de Doença, mas de Senilidade; por volta do ano 2000 (que já ultrapassámos), o processo de envelhecimento já deveria estar quimicamente controlado.

  1. Nobel 2009: Protecção e envelhecimento das células - longevidade e cancro

 

Rejuvenescimento

Em vez da paragem do Envelhecimento, o Rejuvenescimento conta já com alguma investigação…

“A primeira pessoa capaz de vir a viver 1000 anos já provavelmente nasceu. “ (Aubrey de Grey, Ex-universidade de Cambridge, e Presidente da Fundação Sense que apoia vários projectos científicos em instituições e universidades [1]).

A teoria de De Grey consiste resumidamente no combate ao que ele considera serem os pilares do Envelhecimento:

  1. Acumulação de Radicais livres
  2. Perda de Células
  3. Mutações do ADN

A teoria é considerada totalmente utópica pela maior parte dos cientistas.

Há muitas outras áreas da Saúde em pleno desenvolvimento, por exemplo, as indicadas em [2]

Referências

  1. "Ray Kurzweil, Bientôt immortel?“; JPB; Automates Inteligents Magazine; ; 05/12/04
  2. “Vivre Mieux et Plus Longtemps”, Nouvel Observateur, 2 a 8 de Janeiro 2014.

 

Congelação de Cadáveres

Uma via já possível de prolongamento excecional da Vida é a Congelação de Cadáveres (“Criogenia”).

Lancei um debate sobre “Que espera que o Transhumanismo venha a conseguir fazer?”, na Rede Profissional LikedIn [1] .

Um dos temas que vieram à baila foi precisamente esse.

Shannon Vyff, Independent Writing and Editing Professional, disse o seguinte:

“… Não é preciso ser-se milionário para uma pessoa se inscrever numa Empresa de Criogenia – estas, se se quiser preservar o corpo inteiro, vão buscar $28.000 (através do ‘Cryonics Institute’ [2]) ao seguro de vida de quem o pretender.

- O que deve ser prioritário: o Prolongamento da Vida para alguns, ou a cura do Cancro para muitos mais?…

  1. H+ Community; Rede Social Profissional LinkedIn; http://www.linkedin.com/groups?gid=37645&goback=%2Eana_37645_1259841299213_3_1%2Eand_37645_10499040_1259841299213_1%2Eand_37645_10499040_*2_1%2Eand_37645_10499040_1259847148160_1
  2. Seeking Free Cryonics at CryoFreedom

 

Substituir todas as partes do Corpo e do Cérebro por elementos artificiais não biodegradáveis?

[1]. Minsky explicou há anos que, qualquer que seja a perícia posta nos Cuidados de Saúde ou na Engenharia Médica, nunca será possível ultrapassar o desgaste a que estão sujeitos os organismos biológicos… e que, por isso, não valerá de nada procurar a extensão da vida por esse método; e que “encontraremos sempre maneiras de substituir todas as partes do Corpo e do Cérebro” por elementos artificiais não biodegradáveis (repare-se "au passant" que Minsky aceita, implicitamente, a existência da Alma), a Alma passaria então a animar um corpo materialmente imortal. Não se trata de transferir o meu sistema neuronal para um robô, o que Klaus Hepp [2], Cientista da Escola onde ensinou Einstein, consideraria nada mudar quanto à minha mortalidade...

O Futurologista Ray Kurzweil, explicou no Boston Globe [3] que, tendo 56 anos, poderia esperar viver quase eternamente se se preservasse de boa saúde nos próximos 20 anos e Aubrey de Grey de Cambridge [4] [5] [6] disse que “A primeira pessoa que poderia viver mais de 1000 anos poderia já estar entre nós”…. Daí até lá, as Biotecnologias, as Nanotecnologias, e a Robótica, permitiriam substituir tudo o que estivesse deficiente no corpo humano para nos tornarmos materialmente imortais…

O mesmo geneticista Aubrey de Grey explica como fazer, tendo ele um projeto (“SENSE”) que pormenoriza os diferentes procedimentos que permitiriam viver mais ou menos 1.000 anos, estando tal projeto já a trabalhar há bastante tempo sobre ratos.

O prolongamento indefinido da vida terrena deveria pois vir a ser possível [7] [8] [9].

Segundo a Religião, a Morte será eliminada no Fim dos Tempos

  1. Franco Cortese, Death is Dumb!, Humanity+ magazine
  2. ETH Zurich - People Finder - Klaus Hepp
  3. http://www.boston.com/news/globe/magazine/articles/2004/10/31/the_futurist
  4. Death is Dumb!
  5. Aubrey de Grey Personnel page
  6. Aubrey de Grey at TransVision 2010 on SENS and SENS Foundation: recent progress, SENSE
  7. About Immortality Institute
  8. ImmInst International Conference, Brussels - 9th and 10th of October 2010, ImmInst.org Forums - Português
  9. The Futurist - The Boston Globe

 

A Imortalidade Segundo o Cristianismo

Cardeal Ratzinger, hoje Papa Emérito: “Na Teologia Católica colocou-se a questão do quê da Ressurreição e da sua relação com o Tempo…

Cada morte é uma entrada no totalmente outro, no que não é tempo mas Eternidade; esta não vem depois do tempo…, é o outro lado do ser temporal, lado esse já hoje presente.

Cada morte é uma morte (Nota do Autor: 'com o fim de se tornar eterno'), para o ‘fim dos tempos’, no ‘eschaton’ total, para a ressurreição e realização total JÀ PRESENTES, que é, segundo Cristo, o que mais interessa).[1]

Lázaro regressou à vida e mais tarde voltou a morrer... se tivesse sido "imortal" nunca mais teria morrido.

A Imortalidade Material é também muito diferente da dum "corpo ressureto": Cristo não foi "imortal", morreu, e ressuscitou:

na excelente obra [2] tem-se uma definição muito pormenorizada da ressureição de Cristo: esta foi comprovada concretamente por Tomé no ato de tocar o corpo de Cristo vivo, depois de morto: não foi o aparecimento de um fantasma ou espírito, mas antes de um corpo real, ressureto.

É tudo o que sabemos da Ressureição.

O verdadeiro ponto de relação com a Imortalidade não está, pois, no tempo que há-de vir, mas no Senhor que vive…”.

[1] “Credo para Hoje – Em que acreditam os cristãos”; Cardeal Ratzinger – Bento XVI; p. 165 – 186

[2] Joie de Croire, Joie de Vivre, François Varillon, Ed. Bayard

[3] Catholic Encyclopedia Eternity

 

Imortalidade segundo o Transhumanismo 

Transhumanismo significa “para além do Humanismo” [i]

De uma maneira concreta, pretende-se que o Transhumanismo intervenha no Corpo e na Vida dos seres vivos, tentando erradicar a Doença, proporcionando vidas mais longas, uma inteligência muitíssimo mais potente e mesmo a imortalidade material [ii]. Ele defende a aplicação ética da tecnologia ao universo em geral, nomeadamente à árvore da Evolução [iii].

Num patamar meramente científico, a proposta de um dos melhores cientistas atuais, do MIT, Minsky, é que comecemos a pensar sobre as nossas novas identidades emergentes. Agora nós podemos projetar sistemas baseados em novos tipos de seleção não natural que possa explorar planos e metas explícitas, e também a herança de características adquiridas”.

Totalidade das minhas crónicas em Transhumanismo Portugal, transhumanismo@sapo.pt.

[i] Nietzche, the Overhuman, and Transhumanism (http://jetpress.org/v20/sorgner.htm)

[ii] A World Transhumanist Association foi fundada em 1998 pelos Filósofos Nick Bostrom Ph.D. e David Pearce.

[iii] Will Robots Inherit the Earth?, Marvin Minsky (http://web.media.mit.edu/~minsky/papers/sciam.inherit.html)

[iv] O Vaticano criticou derivas deste movimento, no seu documento de 2002 “Comunhão e Serviço: Pessoas humanas criadas à imagem de Deus”



publicado por Transhumanismo às 18:30
link do post | comentar | favorito
|

Nós

Leia

Contacte

Comentários

Visitantes
pesquisar
 
posts recentes

FIM DOS TEMPOS

CIVILIZAÇÕES FUTURAS

IMORTALIDADE

HUMANOIDES

O HOMEM

arquivos
tags

01 novidades

02 visitantes

03 nós

04 comunique

05 contatos

06 fontes

07 cosmos e mal

08 homem

12 humanoides

todas as tags

links
participar

participe neste blog

subscrever feeds